"Uma Igreja viva para o Deus vivo!"

O Templo Memorial Batista - V


nassau

 

Roberto Torres Hollanda 

 

 

 

O TEMPLO MEMORIAL BATISTA - V

                                                                  Roberto Torres Hollanda

“ ... de repente virá ao Seu Templo o Senhor,

a quem vós buscais, e o anjo do pacto,

a quem vós desejais”

                                                                          (Malaquias 3: 1)

“ ... e aqueles que estão longe virão,

e ajudarão a edificar o templo do Senhor”

                                                                           (Zacarias 6: 15)

A recuperação

 

                 Muitos membros da Memorial começaram a olhar,

novamente, para dentro do Templo.

 

                 Depois de 50 anos de uso, o Templo deu sinais de

que estava precisando ser recuperado.

 

                 Em 28 de outubro de 2012 a Igreja aprovou a ideia da

revitalização do Templo;

em 26 de dezembro foi, unanimemente,

criado o Fundo de Reforma do Templo (Ata no. 886).

 

                 Em 24 de fevereiro de 2013 foi lançada uma campanha financeira para restauração do Templo Memorial,

com as  seguintes metas:

 

 

1) trocar o forro,

as instalações elétricas

e a iluminação;

2) trocar a bancada;

3) instalar ar-condicionado;

4) abrir saídas de emergência;

5) reformar o vestíbulo;

6) mudar as portas do santuário

(local dos cultos).

 

O custo total estimado em 2013 para essas obras  foi

de R$1.500.000,00 (hum milhão e quinhentos mil Reais); deveri-

am ser feitos novos projetos de engenharia.

 

                 Em 09 de junho de 2013 foi mudado o local de cultos

e reuniões para o Auditório “Éber Vasconcelos”.

 

                 Mas inesperados problemas administrativos

interromperam a execução da revitalização;

as obras foram intermitentemente paralisadas

durante os anos de 2014 e 2015.

 

Apesar disso, entre dezembro de 2013 e setembro de 2014,

a Igreja firmou contratos para demolição do forro,

reforma da cobertura e

rebocos no telhado do Templo.

 

                Em 10 de agosto de 2015, para análise, os projetos

foram encaminhados ao GDF, visando a regularização das edifi-

cações existentes no “campus” da Igreja.

 

                 A Comissão de Engenheiros e Arquitetos entregou à

Administração Regional de Brasília, em novembro de 2015, os

projetos de arquitetura para recuperação do Templo. A  Igreja,

em 29 de junho de 2016, passada a crise, aprovou a retomada

da reforma.

 

                 Para nossa grande alegria, o pastor Francisco Carlos

Soares de Menezes, atual coordenador da equipe ministerial,

terminado o culto da manhã de 07 de agosto de 2016, convidou

a congregação a transferir-se para o Templo (vazio), onde seria

realizada breve reunião, a fim de mostrar o atual estado em que

se encontrava o edifício. Há mais de três anos, os memorianos

não podiam cultuar a Deus no vetusto Templo.

                

Na plataforma também estavam os pastores

Ivanildo Ferreira Chagas Filho (ministro da juventude) e

Jair Sousa Pereira  (ministro de missões), o

ministro de música Antônio Henrique Lino Melo e Silva,

os diáconos Jetro Neves Almeida e

José Gonzaga de Souza

(1º. e 2º. vice-presidentes da Diretoria da Igreja)

e o Ir. Joran Corrêa Costa

(relator da Comissão de Engenheiros e Arquitetos da Igreja).

                

Em 11 de outubro, foi iniciada a instalação do siste-

ma de ar-condicionado;  a Diretoria da Igreja aprovou a elabo-

ração de projetos nas áreas de fundações, contenções e refor-

ço estrutural, para a instalação de ar-condicionado, do eleva-

dor e das saídas de emergência.

                

Em 30 de novembro, o relator, Ir. Joran Corrêa Cos-

ta, informou que a CAP do GDF tinha aprovado os projetos das

edificações do “campus”.

                

A Igreja elegeu uma comissão para propor modelo

de bancada para o santuário do Templo; em 18 de dezembro

foram expostos dois modelos de bancos.

                

Em 28 de dezembro foram firmados contratos para

compra do elevador para o Templo, perfurações em lages e

vigas, demolições para instalação dos equipamentos de ar-

condicionado e instalação do forro.

                

No dia 1º. de fevereiro de 2017 foi assinado contra-

to para instalação da iluminação na nave do Templo e da rede

elétrica para o equipamento de ar-condicionado.

                

Faltando apenas 170 dias para a comemoração do

57º. aniversário da Igreja, tinham sido tomadas as providências

para a recuperação física do prédio e a instalação de novos ele-

mentos materiais necessários à realização dos cultos da Igreja.

                

O templo original foi doado por Mr. Maxey Jarman,

mas o recuperado é produto do esforço da Família Memorial.

                

O Irmão Joran Corrêa Costa, relator da Comissão de

Engenheiros e Arquitetos, esteve na reunião da Diretoria da I-

greja, em abril, quando confirmou o bom andamento do crono-

grama. Os últimos itens deverão ser contratados ainda neste

mês, para serem executados até o final de junho, quando serão

instalados os novos equipamentos de áudio/vídeo/multimídia.

                

Em 28 e 29 de abril, e 1º. de maio, o Ministério da

Mulher Cristã em Ação (MMCA) realizou um bazar em benefício

das obras de recuperação do Templo. No dia 1º. de maio, Dia

da Família Memorial, toda arrecadação foi revertida para a re-

forma do Templo.

 

                 No programa foram acrescentados itens extras para

maior beleza e funcionalidade do Templo.

                 A campanha para aquisição dos bancos já tinha com-

promissos financeiros para 59% da metragem da bancada.

                 Como complemento à preparação do novo salão de

cultos, o piano foi reparado e o órgão eletrônico voltará ao Templo.

 

                 Na sessão da Assembleia, em junho, a Igreja aprovou

a prorrogação, por dois meses, até setembro de 2017, da cam-

panha de recuperação do Templo.

Enquanto aguardamos a conclusão das obras do

Templo, a ser reinaugurado em 23 de julho, nossa esperança é

que o Espírito de Deus encha esta nova Casa de Oração, dedi-

cada à glória de Jesus Cristo!

 

Roberto Torres Hollanda – 15 de julho de 2017.